Claudia Dias

Competências e habilidades para o desenvolvimento pessoal!

Competencias e habilidades- softskills

Competências e habilidades são capacidades que uma pessoa tem para realizar a sua função e se desenvolver tanto na sua vida pessoal, quanto profissional. São conhecimentos e aptidões que nos fazem interagir com o mundo em que vivemos de maneira competente.

Competências, é o conjunto de habilidades e conhecimentos, que uma pessoa precisa dominar, para executar determinadas atividades. As competências mostram “como alguém desempenhará uma determinada atividade”.

Elas podem ser desenvolvidas por, cursos, treinamentos, área acadêmica e até experiências que possibilitam a execução efetiva em um trabalho ou situação.

Já a   habilidade, é a capacidade de executar seus conhecimentos com excelência, ela no  diz “o quê” uma pessoa esta apta a realizar quando se trata de uma função específica.  Enquanto a Habilidade, é o saber fazer,  a Competência, é como fazer.

Uma habilidade, não, é algo que, necessariamente, nasceu com a pessoa. No entanto é possível desenvolvê-la a qualquer momento, ao longo da vida.

Conforme o Dicio competência é a “Capacidade decorrente de profundo conhecimento que alguém tem sobre um assunto”. Trata-se da qualidade de quem consegue apreciar e resolver certo assunto, fazer determinada coisa.

Embora o tema seja tratado principalmente no mundo corporativo, ele vem ganhando relevância entre os assuntos voltados ao desenvolvimento pessoal. Principalmente entre as pessoas que buscam elevar seu desempenho e queiram conhecer, tanto suas competências pessoais, quanto profissionais.

Desde, as situações mais corriqueiras as mais complexas, percebe-se que quanto mais competências desenvolvidas e habilidades para executá-las, mais uma pessoa consegue exercer suas atividades e funções de maneira eficiente.

Portanto, competência e sinônimo de domínio, aptidão, ou seja,  uma pessoa competente está apta e domina o assunto.

Habilidades e Competências

Quando dizemos que uma pessoa é competente, estamos atestando que esta pessoa tem conhecimentos para exercer suas atividades, ou seja, possuem conhecimento que atestam suas capacidades.

Uma pessoa incompetente é aquela que não possui conhecimentos para exercer determinadas funções, e naturalmente quando fazemos algo que não temos conhecimento, acabamos por gastar muito mais tempo, esforço o que não, é algo inteligente a se fazer, visto que fazer o que não sabemos gera sentimento de incapacidade, baixa produtividade, além de desmotivação.

“Sinônimo de competência é saber fazer.”

Sendo assim, ter competências para fazer e habilidades para executar, é fundamental para sermos bem-sucedidos em nossas vidas!

Aqui destacamos que, para que um indivíduo seja de fato competente, ele precisa ter domínio de três categorias de competências:

Habilidades e competencias1) Competências  e habilidades técnicas

Competência técnicas, são conhecimentos que uma pessoa tem para exercer suas atividades, são adquiridas ao longo de sua vida profissional, por cursos técnicos, profissionalizantes, graduações, pós-graduação e outros níveis acadêmicos, etc.

A aquisição destas competências pode ser via cursos de coaching, treinamentos, livros e outras maneiras através do conhecimento teórico.

Já habilidade técnica se dá a partir do domínio da execução de atividades, aprendidas no exercício da função, quanto mais experiência uma pessoa adquirir sobre um tema,  habilidoso será para desempenhar a atividade que lhe compete.

As competências técnicas são muito importantes, já que a exigência mínima que um profissional precisa cumprir para exercer determinadas funções está relacionado ao conhecimento técnico. Portanto, este é seu primeiro grau de desenvolvimento.

competencias e habilidades comportamentais2)Competências e Habilidades Comportamentais

Quando falamos em competência comportamentais estamos falando sobre as capacidades que uma pessoa possui para exercer determinada função, trata do comportamento que nos possibilita interagir com o meio.

Assim como aprendemos competências técnicas, as competências comportamentais podem ser aprendidas por desenvolvimento comportamental, adquirido em cursos, palestras, treinamentos, coaching para carreira, livros, etc.

Quanto mais desenvolvida uma competência comportamental, mais habilidosa uma pessoa se torna no assunto.

Como exemplo falaremos de uma pessoa que aprende a competência negociação, de tanto aplicar esta competência com o tempo podemos dizer que esta pessoa é habilidosa e uma excelente negociadora.

As competências comportamentais potencializam o uso das competências técnicas e ampliam substancialmente a possibilidade de sucesso para uma pessoa, lembre-se sempre disso.

Para entendermos os efeitos das competências comportamentais em nossas vidas, segue alguns exemplos de quais sãos as principais competências comportamentais necessárias para vivermos no mundo de hoje.

Comunicação assertiva, relacionamento interpessoal, capacidade de negociação, liderança, transmissão de conhecimento, capacidade de gerenciamento.

competencias e habilidades emocionais3) Competências e Habilidades Emocionais

Estão relacionadas a maneira que uma pessoa faz a gerência de suas emoções e a forma que reage a um fato, situação e circunstância.

Todos somos estimulados constantemente a interagir com o meio que vivemos das mais variadas formas e muitas vezes, este meio, situação ou circunstância afeta nosso padrão emocional.

Não temos controle sobre os acontecimentos, fatores ou estímulos externos e nem podemos evitá-los, mas podemos escolher a forma que lidaremos com eles.

Ter competência emocional, não  ter controle sobre suas emoções, mais sim, como lidamos com aquilo que os eventos causam, ou seja, como reagimos aos estímulos.

Uma pessoa que sabe gerir suas emoções sabe que entre o gatilho e a resposta, temos uma lacuna que dispara nossos sentimentos, e lidar com equilíbrio com esta lacuna é o que chamamo inteligência emocional.

Desenvolver suas competências emocionais é um ato de sabedoria e inteligência e te permitirá viver uma vida muito melhor, quanto mais gerimos as nossas emoções, mais equilibrados nos tornamos.

São exemplos de competência emocionais, paciência, tolerância, autocontrole, autogestão e resiliência.

Gestão por competência!

Atualmente muitas empresas praticam a  gestão por competências, que se refere a gerir seus profissionais de maneira mais estratégica. De forma que, consigam dar um retorno mais efetivo no desempenho de suas funções.

Sendo assim, competências e habilidades profissionais, representam um diferencial competitivo, profissionais hábeis, conseguem executar suas funções com excelência, são mais qualificadas e competitivas.

Nesse sentido, quando identificamos onde as pessoas são mais competentes e seus pontos fortes, podemos conduzir a postos que favorecem o uso destas forças, essa atitude pode ajudar uma empresa a alcançar mais desempenho dos seus colaboradores, potencializando seus resultados, agregando capacidades, qualidade, conhecimento.

Por outro lado, quando as pessoas exercem atividades para as quais não possuem competências desenvolvidas, gastam muito mais energia, geram desgastes para si, para o outro e para o meio, além de possíveis prejuízos e danos para a empresa.

Portanto,a gestão por competência é uma estratégia que aumenta os lucros e diminui os custos de uma empresa, agregando valor ao negócio alocando pessoas naquilo que são competentes fazendo.

Por fim, espero que o texto tenha sido esclarecedor.  E, caso queira se aprofundar no tema e conhecer mais a respeito de suas competências e habilidades, pense na possibilidade de recorrer há um Coach profissional, ele poderá contribuir de maneira efetiva para este tema.

Me acompanhe nas redes sociais e no meu canal no Youtute, com link aqui embaixo no rodapé do site!

Outros artigos que também podem lhe interessar:

Felicidade não é sobre ter, mas  sobre estar. 

O que é inteligência emocional?

O que é motivação

AN