Claudia Dias

O que é felicidade para você, qual o seu real significado?

 

Felicidade o que é

O que é felicidade? Certamente você já se perguntou isso muitas vezes.

Muito se fala sobre a felicidade, mas o que significa de fato isso? Conforme o dicionário Michaelis, felicidade é o “estado de espírito de quem se encontra alegre ou satisfeito; alegria, contentamento ou júbilo”.

A felicidade é um conceito complexo que tem sido analisado sob diferentes perspectivas. Nos últimos anos, a pesquisa sobre a felicidade se concentrou nos aspectos positivos da felicidade e em como aumentá-la.

Existem muitas escolas de pensamento sobre o que faz, alguém feliz e a maioria acredita não haver uma resposta única para essa pergunta. Sentir-se seguro dentro de si mesmo e ter controle sobre as circunstâncias da vida.

A felicidade vem de dentro, é um estado de espírito que pode ser através do pensamento positivo, sentindo-se contente e aproveitando a vida. Trata-se de viver o momento, olhar os bons e maus momentos e o mundo de uma perspectiva positiva.

O que é felicidade?

Não há um consenso sobre a definição de felicidade. Cientificamente, há várias propostas diferentes para definir o que é felicidade. Uma delas, conforme aponta a psicóloga Courtney Ackerman, é a de que a “felicidade é um estado caracterizado por contentamento e satisfação geral com a situação atual”.

A felicidade, portanto, é sobre estar, não sobre ser. Apesar disso, ouvimos com frequência: será que fulano é feliz? Nossa, aquela pessoa parece ser muito feliz. Ao invés disso, faria mais sentido dizermos: será que fulano está feliz? Aquela pessoa parece estar muito feliz.

O que pode ser definido ou não como felicidade é bem subjetivo.  Algo que para uma pessoa pode ser felicidade para outra pode ser um verdadeiro pesadelo.

Passar a lua de mel em meio à natureza, por exemplo, pode ser sinônimo de felicidade para algumas pessoas; para quem não curte a vida na natureza, porém, isso pode se tornar motivo de infelicidade.

A felicidade tem até um dia próprio: 20 de março foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2012 como o Dia Internacional da Felicidade.

Segundo a ONU, o objetivo é reconhecer a relevância da felicidade e do bem-estar como objetivos e aspirações na vida das pessoas em todo o mundo. A felicidade é realmente importante para a humanidade, mas, será ser possível ser feliz o tempo todo? Confira a seguir.

 

o que é felicidade

É possível ser feliz o tempo todo?

Não. O que podemos fazer é nos esforçamos para estarmos felizes o maior tempo possível, mas não há como sermos felizes o tempo todo. Isso porque, para além de sentir-se feliz, também faz parte da natureza humana vivenciar outros sentimentos, como tristeza, raiva e angústia, por exemplo.

Na vida, há dias bons e maus, e eu tenho certeza de que você sabe disso. Cair na ilusão de pensar que todo dia será bom certamente o levará à frustração.

Você pode esperar e desejar que seu dia seja bom, mas é preciso estar preparado caso ele não seja. Quando admitimos que haverá dias bons e maus nos permitimos agir com resiliência diante de possíveis imprevistos.

A vida é repleta de altos e baixos e isso faz parte do nosso processo de desenvolvimento pessoal. Não aceitar isso e querer, a todo custo, ser feliz o tempo todo, pode levar ao caminho oposto.

Como alcançar felicidade para nossas vidas?

A felicidade é uma das coisas mais importantes da vida. Isso pode não apenas nos fazer sentir bem, mas também nos ajudar a alcançar nossos objetivos.

Para ser feliz, é essencial que tenhamos expectativas realistas. Não devemos esperar muito de nossas vidas e, em vez disso, devemos nos concentrar nas pequenas coisas que nos fazem felizes. Por exemplo, devemos reservar tempo diariamente para fazer coisas que nos deixam felizes, seja passar tempo com amigos ou ter um simples prazer, como ler um livro.

Outro fator importante que contribui para a nossa felicidade é a nossa atitude positiva. Devemos evitar pensar no negativo e, em vez disso, focar no bem em nossas vidas. Isso pode ser difícil, mas vale a pena. Também devemos nos lembrar de perdoar a nós mesmos e aos outros pelos erros e tentar não levar as coisas muito a sério.

Finalmente, é importante ter uma boa saúde mental. Precisamos relaxar, dormir o suficiente e manter uma atitude positiva para evitar o estresse. Todos esses fatores são importantes para alcançar a felicidade.

Não existe uma fórmula para alcançar a felicidade, mas essas dicas podem ajudá-lo em seu caminho. Concentrando-nos nas coisas que nos fazem felizes e evitando pensamentos negativos, podemos gradualmente cultivar uma visão positiva da vida. Manter uma atitude positiva também é importante e, às vezes, é útil conversar com um terapeuta sobre nossa saúde mental.

 

felicidade o que é e como conquistá-la

Prazer e felicidade!

Todos queremos ser felizes. A felicidade é algo que todos desejamos, mesmo que nem sempre saibamos como é ou como chegar lá. Neste artigo exponho a ideia de prazer e felicidade como eles estão relacionados de uma forma filosófica.

O prazer é amplamente entendido como qualquer sensação — boa ou ruim — que conduz as pessoas se sentirem vivas.

Apesar de estarem relacionados, prazer e felicidade são coisas diferentes, são dois conceitos distintamente diferentes que muitas vezes são confusos um com o outro.

Nenhum dos dois representa um estado permanente — o que acontece é que o prazer está ligado a algo que passa ainda mais rápido que a felicidade. Ao comprar um celular ou um carro, e até ao comer seu prato preferido, por exemplo, o que se sente é prazer. Já a felicidade está ligada a algo mais estável, como, por exemplo, ajudar alguém ou passear com os amigos.

Felicidade, conforme definido pelo Oxford English Dictionary, é “o estado de ser feliz ou encantado”. Isso pode ser resumido como sentir-se satisfeito com o que você tem, seja a sua circunstância ou a maneira como você está se sentindo naquele momento.

Prazer, por outro lado, é Contentamento Externo, bem-estar físico ou mental, ou prazer. Contentamento Externo refere-se ao fato de que o prazer é experimentado quando um indivíduo está satisfeito com o que tem, seja de natureza material ou não material. Em outras palavras, o prazer é experimentado quando um indivíduo tem o que precisa e está satisfeito com isso.

 O que felicidade tem a ver com propósito de vida?

Uma pessoa sem propósito de vida arrisca viver no piloto automático, ou seja, ela faz o que tem de fazer, sem saber porquê.

Ela acorda cedo, trabalhará, volta, dorme e no dia seguinte segue a mesma rotina — ela provavelmente começa a segunda-feira já pensando no final de semana.

Viver sem propósito pode levar à infelicidade. Quando você não tem clareza sobre o motivo de fazer o que faz, mais dia ou menos dia o desânimo bate à porta.

Um propósito nos ajuda a ter brilho nos olhos, a focar em algo que vai além de nossas preocupações cotidianas. Ele nos sustenta nos dias mais difíceis.

No entanto, é importante ser realista. Lembra que falamos acima que é um estado de espírito? Então. Não adianta traçar o propósito de ser feliz todo dia porque você não conseguirá. Ao menos não todo dia. Se fizer isso, com o tempo você perceberá que isso se tornará motivo de grande insatisfação.

Está nas coisas simples, está ligada à forma como enxergamos a vida.  Não existe um botão que apertamos e, de repente, estamos felizes. É sobre leveza, sobre tranquilidade, sobre se permitir, afinal, o primeiro passo para ser feliz é se permitir ser feliz.

Espero que esse conteúdo tenha sido útil para você. Para saber mais sobre meu trabalho, me siga no Instagram @claudiadiascoach.

 

Outros artigos que também podem lhe interessar:

Como identificar a autossabotagem e como parar de se sabotar?

O que é resiliência e quais as características de uma pessoa resiliente?

O que é inteligência emocional?

 

 

AN